sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

CALA, AZULÃO

          Em detrimento da verdade e dos meus que os tenho de nascimento, os olhos de alguns que se apropriaram indevidamente desta belíssima cor só conseguem enxergar o que lhes interessa, senão vejamos. Vou de vermelho.
       

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir