sexta-feira, 8 de julho de 2011

PARABÉNS À JUSTIÇA

amarribobrasilrede.jpg 
 Fabrício Viana condenado a 36 anos
de reclusão em regime fechado

http://1.bp.blogspot.com/-pMQDF7TMy9U/ThD2Q4jfzOI/AAAAAAAAAXQ/r9IlTXj8gek/s320/Fabr%25C3%25ADcio.JPG

Fabricio Viana, ao ser preso em 2006 pela PF.
 
                Saiu a primeira sentença numa das 

diversas ações propostas pelo Ministério Público de Minas Gerais contra o negociante Fabrício Viana de Aquino. O Juízo de Direito da Comarca de São Francisco condenou Viana a pena 36 anos de reclusão, a ser cumprida no regime fechado. A publicação da sentença deve ocorrer nesta segunda ou terça-feira. A decisão foi comemorada por promotores de justiça que atuaram na operação “Conto do Vigário”. Para eles, a decisão põe fim ao sentimento de impunidade que até aqui imperava na região. Viana era um dos principais operadores de um esquema de fraudes a licitações, superfaturamento e fornecimento de notas “frias” para proporcionar o desvio e aprovação de recursos públicos municipais, estaduais e federais na região Norte de Minas Gerais.

                Em 2006 ele foi preso junto com o ex-prefeito Josefino Lopes Viana e o também negociante de notas “frias” Carlos Alberto de Almeida. Ficou poucos dias no Cadeião de Montes Claros. Solto, Viana não se intimidou. Através de empresas que atuam no ramo de posto de gasolina, distribuidora de medicamentos e construtora, Viana implantou ousado esquema de corrupção na maioria das prefeituras da região. Cálculos da Polícia Federal indicam que só em Januária a quadrilha de Fabrício Viana teria desviado mais de R$ 10 milhões.

                Viana e sua esposa, Izabel Christina de Carvalho Francino estão presos em Montes Claros desde o dia 23 de novembro de 2010. Ele, no Presídio Regional de Montes Claros; ela, no Cadeião. No dia 21 de julho ele deixará a cela para comparecer a uma audiência na 1ª Vara da Justiça Federal em Montes Claros, onde será ouvido, juntamente com testemunhas de acusação e defesa, no processo que apura o desvio de mais de R$ 2 milhões destinados pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa) para a construção da Estação de Tratamento de Esgotos de Januária.

Fábio Oliva
Jornalista Investigativo
Editor da Folha do Norte
Filiado à Abraji - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo
Líder Avina
Membro fundador da Asajan - Associação dos Amigos de Januária
Membro do Conselho de Administração da Amarribo Brasil
Formando em Direito – OAB/MG 30147-E
Avenida Cula Mangabeira, 210, Sala 704, Centro, CEP 39401-001, Montes Claros/MG
( (38) 9195-7005 - TIM, (38) 9943-6506 VIVO
Skype: fabio.henrique.carvalho.oliva
Blog: http://blogdofabiooliva.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário